sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

PE. CORREIA DA CUNHA E OS VICENTINOS

.







.
.







‘’O amor é tanto mais ardente, quanto mais perfeito for o conhecimento’’







Para Padre Correia da Cunha, a caridade devia ser a marca distintiva de todo o cristão e, sem dúvida, era a dos imensos membros das Conferências de São Vicente de Paulo da Freguesia de São Vicente de Fora. Neste início de ano quero lembrar de uma forma muito especial e com grande carinho esses membros: Carlos Barradas (1926-2008), Casimiro Ferreira (1928-2009), António Geraldes Simões (1925-2007), António Nunes, António Batista da Silva, Armando das Neves Alves (....-2009) Emília Caldeira, Fernanda França, Mª. Agostinha da Silva, Patrocínia Dias (1929-1989), Maria José Ribeiro, Carolina Azevedo Coutinho, Carolina Saraiva, Carlos Diamantino… (1) ( e muitos outros que aguardo a vossa informação para aqui colocar os seus nomes).



Formados na escola do distinto São Vicente de Paulo e na de Frederico António Ozanam, que lhe legou o espírito, foram com o seu Pastor obreiros do grande fogo que Jesus veio acender na terra: a Caridade.



Sei que, felizmente, assim foi e lembro-me de Padre Correia da Cunha se congratular com toda essa boa gente de tão grande e generoso coração.


Era uma bela vocação e sublime o apostolado a que dedicavam as suas vidas. Com os olhos da fé viam nos seus irmãos mais desprotegidos a própria pessoa de Jesus Cristo.


Como muita vez ouvi a Padre Correia da Cunha: o bem deve ser realizado, humildemente e silenciosamente, pois quem dá aos pobres, empresta a Deus…


Eram, portanto, benditos e, no mundo onde imperava tanta dificuldade e miséria, tiveram sempre bem alta a bandeira do serviço aos irmãos.


Na presente época, de tantas dificuldades, muito me consolaria e aplaudiria se houvesse muita desta gente que vivesse ao serviço dos irmãos mais necessitados e sobretudo dos que sofrem com um doce sorriso (isto é, hoje são forçados a receber o auxílio sem com isso percam a dignidade e se sintam humilhados). Como Padre Cunha fazia questão de dizer: tudo deveria ser feito no silêncio de encontro de irmãos e na mais fina delicadeza.
Esta gente era verdadeiramente abnegada por dons naturais e verdadeiros discípulos dos seus grandes mestres: São Vicente de Paulo, Frederico Ozanam e Padre Correia da Cunha.



Creio que Padre Correia da Cunha, hoje, junto do Pai com alguns destes irmãos continuará agradecer silenciosamente pelas misérias que aliviaram e pelas muitas lágrimas que enxugaram aos seus irmãos da Paróquia de São Vicente de Fora.



No tempo de Padre Cunha havia na Paróquia a Conferência de São Vicente de Paulo Feminina que tinha como protecção Santa Úrsula e a masculina cujo padroeiro era São Vicente Mártir.



(1) – Poderia continuar esta enorme lista, mas com a finalidade de tornar mais activo o Blogue, fico aguardar as vossas informações para poder acrescentar a esta lista os muitos vicentinos de São Vicente de Fora.

.

.

.



















.

4 comentários:

  1. Um grande OBRIGADO!


    É imperioso dever agradecer a António Assunção, do Blogue Voz do Goulinho, a amabilidade que dispensou à solicitação da criação de um link para o Blogue Padre José Correia da Cunha. Com esse seu nobre gesto permitiu a muitos dos ex-paroquianos de PE. CORREIA DA CUNHA, que hoje gozam do merecido repouso pela sua árdua vida de trabalho honesto na grande cidade nessas maravilhosas terras da Serra do Açor, continuarem a perpetuar na memória o seu saudoso pároco, que tanto contribuiu para a educação humana e cristã dos filhos dessa honrada e digna gente.

    Muitos foram empenhados Vicentinos e que Padre Correia da Cunha muito se congratulava com toda essa boa gente de tão grande e generoso coração.

    Sendo filho de um incansável trabalhador oriundo dessas terras, pois o meu pai era natural do Vale de Maceira, onde hoje repousa em paz, não poderia deixar de lançar esse apelo, pois só graças ao entusiasmo de pessoas como o A. Assunção é possível perpetuar o património dessas belas aldeias e recordar aqueles que contribuíram para a nossa formação de homens de bem.

    Um enorme obrigado a todos que apoiam e dão força para continuarmos a manter vivas estas perenes memórias.

    Bem-haja A. ASSUNÇÃO

    ResponderEliminar
  2. Anónimo25.1.10

    È com prazer que visito este blog e ou mesmo tempo dar um abraço ao Sr João Dias com raizes no Vale de Maceira mas conhecido pelo mais belo Santuario Mariano das Beiras Santuario de Nossa Senhora das Preces.

    VOZ do Goulinho
    António Assunção

    ResponderEliminar
  3. Foi com uma enorme alegria que tive conhecimento deste blog,pois se alguém merece tão sentida homenagem é sem duvida alguma o nosso querido P. Cunha.
    A emoção que sinto ao ler estas linhas são imensas, as recordações são muitas, as pessoas de que falas foram também para mim muito importantes:
    - A Anita que foi minha catequista, e sobretudo uma grande amiga, das que ficam para sempre no nosso coração.
    - O Barradas e o Casemiro, foram também aqueles amigos com que partilhei muitos e bons momentos, lembro-me deles desde miúda, pois o meu pai, António Batista da Silva, também fazia parte das Conferências de S. Vicente de Paulo e trabalhou muito de perto com eles.
    Não me esqueço também daqueles domingos que depois da missa iamos todos até à Graça beber um café ou petiscar quarquer coisa num salutar convivio.

    Falas também da Irmã Gina, foi ela que nos preparou para a nossa Profissão de Fé, uma mulher que irradiava uma felicidade contagiante, duma sabedoria enorme, e que deixou também marcas nos que com ela conviveram.

    Neste momento estou integrada noutra Paróquia, mas S. Vicente de Fora está sempre no meu coração, e marcou-me de uma maneira tão garnde que dou comigo muitas vezes a comentar com o meu marido, o Jorge Rei, que em S. Vicente todos trabalhávamos com muito amor e dedicação, ele fala muito dos Acólitos, eu mais da Catequese, mas o certo é que S. Vicente está enraizado nas nossas vidas.

    Por tudo o que tens feito, e contnuas a fazer para dar vida e continuidade a este nobre trabalho, só te queria dizer com a maoir sinceridade e amizade OBRIGADO João Paulo.

    Luísa Maria Silva Rei

    ResponderEliminar
  4. Luísa
    O blogue de homenagem ao grande educador Padre Correia da Cunha deve ser uma herança. Mas também a expressão viva dos testemunhos emocionados, dos seus amigos, que querem manter viva esta figura, que como Pároco de São Vicente de Fora deixou obra sólida que ainda hoje perdura… Como referi, cada um deverá contribuir para completar a enorme lista de vicentinos, gente de tão grande e generoso coração. Já adicionei o nome de António Batista da Silva.
    Registo com muito agrado o teu vivo e entusiástico testemunho. Muito gostaria de poder contar contigo como seguidora do Blogue, assim com o Jorge Rei.
    Bem hajas!
    Fraternas saudações

    ResponderEliminar