sexta-feira, 1 de julho de 2011

ALA DOS AMIGOS DE PE. CORREIA DA CUNHA

.






Os amigos que partiram…







IN MEMORIAM


ANTÓNIO GERALDES SIMÕES

1925 - 2007





António Geraldes Simões nasceu na Freguesia de Santa Engrácia, Lisboa no dia 26 de Fevereiro 1925. Foi co-participante nas mais áureas épocas da Paróquia de São Vicente de Fora, do século XX, onde auxiliou e contribuiu para a consubstanciação dos ideais de fraternidade cristã na comunidade.

Cúmplice das emblemáticas obras sociais de Monsenhor Francisco Esteves, prior de São Vicente de Fora, entre 1900-1959, António Geraldes Simões nunca se cansou de transmitir, aos mais jovens, os ideais do então pároco. Foi durante esse período que viu concretizados os seus maiores sonhos, tendo vivido grandes e inesquecíveis momentos de felicidade.

Essa fortuna viria a reaparecer nos anos oitenta, com a fundação da Associação dos Antigos Alunos do Patronato de Nuno Álvares Pereira, de que foi presidente e com a publicação de um livro, em que era co-autor, sobre Monsenhor Francisco Esteves de Jesus (1871-1959) – “Uma Figura e uma época da Paróquia de São Vicente de Fora”.

É nosso dever prestar uma merecida Homenagem a António Geraldes Simões, pela total dedicação ao serviço da Comunidade Paroquial de São Vicente de Fora, que vinha desde os tempos do saudoso Monsenhor Francisco Esteves, com quem cooperou na sua vasta e imensa acção apostólica e cívica, e que ainda hoje é reconhecida por todos nós pela sua clara visão social para a época.

António Geraldes Simões esteve entre os muitos que conseguiram perceber o imenso processo de renovação introduzido pelo Padre Correia da Cunha, nos inícios dos anos sessenta.

Foi um grande amigo de Pe. Correia da Cunha. Empenhou-se e deu dinamismo às actividades desenvolvidas na Comunidade, com total e generosa dedicação assim como entusiasmo. Foi catequista, membro do coro paroquial, vicentino e um dinamizador incansável das festividades lúdicas, que contavam sempre com o seu imenso talento de arte cénica.

As suas representações teatrais eram de uma alma embriagada pelas ilusões e sonhos que só ele sabia transmitir em palco. Estas são inolvidáveis por todos que tiveram o grato privilégio de representar com ele.

Todos guardamos as mais gratas recordações da sua vida de incondicional entrega à Paróquia de São Vicente de Fora, que com extrema abnegação serviu como um verdadeiro líder comunitário.

Foi no dia 19 de Dezembro de 2007, que António Geraldes Simões nos deixou. Fica-nos a sua memória. Ele foi repousar na Glória de Deus. Hoje, junto do Pai e dos seus grandes amigos Mons. Francisco Esteves e Pe. Correia da Cunha, estão à nossa espera e entretanto continuarão a interceder por todos nós que não queremos nem podemos esquecer a sua lembrança.

Deixo para os comentários, de muitos seus amigos vivos, que deverão prestar a merecida homenagem à memória deste nosso saudoso e grande amigo de São Vicente de Fora.

São Vicente de Fora guarda-o em seu coração! Deixou em todos muitas saudades.

RECEBEI, SENHOR, NO REINO DOS JUSTOS O NOSSO IRMÃO.
...
 
 
 
 
.....
 
 
 
.....
.

1 comentário:

  1. Carlos Nelson27.9.16

    Bem me recordo deste estimável SENHOR que tive igualmente o privilégio de conhecer e relacionar-me aquando da minha presença no Patronato Nuno Alvares Pereira e Igreja de S. Vicente de Fora entre os anos de 1953/56 Que descanse em PAZ

    ResponderEliminar